Get Adobe Flash player

Financiamento estudantil passará a atender a alunos de cursos de mestrado e doutorado

O ministro da Educação, Henrique Paim, anunciou, nesta terça-feira, 1º de julho, a ampliação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para a pós-graduação. Ele informou que o sistema será aberto nesta semana para adesão das instituições privadas e, depois, para adesão dos estudantes. Em seguida, a inscrição manterá fluxo contínuo.

“Existe uma demanda importante, principalmente de alunos de cursos de mestrado profissional”, observou o ministro. Ele disse que o financiamento já estava previsto há algum tempo e que, durante o período, houve definições para a nova modalidade, incluindo a integração entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), agente operador do Fies.

O presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, lembrou que a iniciativa atende a uma demanda antiga das instituições não públicas. “É um passo importante para que os estudantes matriculados nos cursos de mestrado e doutorado dessas instituições se candidatem ao financiamento. Este é mais um avanço na reconhecida pós-graduação brasileira.”

Leia mais...

 

NOTA DE PESAR

 

Processo Seletivo Macro Verão oferta 465 vagas para os campi do interior

A Universidade Federal do Amazonas torna pública a abertura do período de inscrições para o Processo Seletivo Macro Verão (PSMV/2014), que acontece até o dia 15 de julho, com vistas ao preenchimento das vagas oferecidas aos cursos de graduação desta Instituição Federal de Educação Superior para o segundo semestre letivo de 2014, a serem ministrados nos Campi - Instituto de Natureza e Cultura de Benjamin Constant, Instituto de Saúde e Biotecnologia de Coari, Instituto de Educação Agricultura e Ambiente de Humaitá, Instituto Ciências Exatas e Tecnologias de Itacoatiara e Instituto Ciências Sociais, Educação e Zootecnia de Parintins. Será oferecido o total correspondente a 465 vagas, as quais podem concorrer as quais concorrem os candidatos inscritos nas modalidades categorizadas a seguir:


- AC: Candidatos que concorrem às vagas destinadas a ampla concorrência.

- PPI1: Candidatos que cursaram, integralmente, o ensino médio ou equivalente em escola pública, que se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 (um vírgula cinco) salário-mínimo per capita, nos termos do inciso I, a, do art. 14 da Portaria Normativa MEC nº. 18, de 2012;

- PPI2: Candidatos que cursaram, integralmente, o ensino médio ou equivalente em escola pública, que se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas, independentemente de renda, nos termos do inciso II, a, do art. 14 da Portaria Normativa MEC nº. 18, de 2012.

As inscrições serão admitidas somente via Internet no endereço eletrônico: www.comvest.ufam.edu.br, até o dia 15/07/2014, mediante ao pagamento da taxa de inscrição de R$ 50,00.

As provas serão realizadas no dia 10 de agosto, no horário das 08h às 13h (horário Manaus), com a prova de Redação e Conhecimentos Gerais I e no dia 11 de agosto, das 08h às 12h (horário Manaus), com a prova de Conhecimentos Gerais 2.
O edital completo pode ser conferido na página da Comissão Permanente de Concursos (Comvest), no link: Acesse Aqui
Anexos:
Fazer download deste arquivo (edital_psmv2014.pdf)Edital Processo Seletivo Macro Verão [ ] 1564 Kb
 

STJ determina fim da greve dos servidores das Universidades

Em caso de descumprimento da liminar, entidades sindicais terão que pagar multa diária de R$ 200 mil.

O Superior Tribunal de Justiça determinou o fim da greve de servidores dos institutos e universidades federais. A informação foi divulgada na tarde desta terça-feira (17) pelo Ministério da Educação.

De acordo com a decisão, os técnicos devem retomar imediatamente as atividades.A decisão proíbe também a realização de bloqueios ou empecilhos à movimentação de pessoas nas instituições de ensino.

As Universidades foram informadas da decisão através do Ofício Circular 37/2014 – GAB/AESu/ MEC (em anexo)

Anexos:
Fazer download deste arquivo (DECISÃO_STJ_GREVE_TÉCNICOS.pdf)DECISÃO_STJ_GREVE_TÉCNICOS.pdf [ ] 694 Kb
Fazer download deste arquivo (Ofício_n37.vf.pdf)Ofício 37 GAB SESU MEC [ ] 157 Kb

Fonte: Portal UFAM

 

Reitora se reúne com Ministério da Educação e autoridades de Coari para debater a implantação do curso de Medicina no município

Durante o encontro, a reitora, professora Márcia Perales, cobrou um posicionamento das autoridades de Coari, a 362,84 km em linha reta de Manaus, no que se refere à doação de um terreno para abrigar as instalações físicas do curso de Medicina. “Precisamos saber se, após os levantamentos realizados pela Universidade, os quais apontaram Coari como município com grande potencial para receber a estrutura da expansão do curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas, teremos a contrapartida do município de doar o terreno para abrigar as instalações, pois não podemos esperar mais para honrar o compromisso da Ufam com a sociedade, afinal divulgamos bastante isso. Caso não tenham interesse, temos outras opções de municípios para realizarmos a implantação do curso”, declarou a reitora.

Há dois terrenos em Coari que interessam à Ufam, ambos na estrada que dá acesso ao aeroporto. As autoridades coarienses explicitaram a vontade que o curso seja implantado no município e se comprometeram a tomar todas as providências para que a implantação do curso seja efetivada.

O representante do Ministério da Educação, Vinícius Ximenes, ressaltou que neste momento a  unidade política é estratégica para que as autoridades possam dar esse grande presente para a cidade de Coari. “Os recursos do Ministério foram liberados, as vagas para docentes e técnicos também. Agora é só ter união para viabilizar essa conquista para Coari”, disse o representante do Mais Médicos.

A Comissão da Ufam segue nesta segunda-feira (2) para Coari para acompanhar as ações que serão adotadas para agilizar o processo de doação do terreno. “Temos pressa, pois esse terreno, depois de doado à Universidade, será incorporado ao patrimônio da União e só após essa fase é que poderemos fazer a construção dos dois prédios da Medicina”, disse o vice-reitor, professor Hedinaldo Narciso Lima.

Ao final da reunião, a Reitora declarou que as expectativas em relação à implantação do curso de Medicina em Coari foram potencializadas. “Essa é uma conquista importante para o Estado e todo o país!”, concluiu.

Fonte: Portal UFAM

 

Outros Sistemas

Nós temos 3 visitantes online